Algumas características da performance

Como linguagem artística, a performance engloba diversos aspectos, dentre eles alguns podem ser salientados:

  • Lugar de execução artística: não estabelece critérios fixos de utilização de espaços performativos, ela pode acontecer em galerias, instituições museológicas, lugares inóspitos, ambientes campestres, esquinas movimentadas, ou na web.
  • Registro: não há meios de registros que sejam obrigatórios. Podem-se utilizar diários escritos, fotografias, vídeos, ou, em um conceito expandido, Regina Melim (2009) afirma que o corpo também pode ser uma forma mais flexível de arquivo. Isso ocorre nos casos de metaperformance, em que um trabalho de performance já feito é executado por outro corpo[1].
  • Receptividade: não há formas estabelecidas de receptividade da performance para o público, este pode participar ativamente do trabalho, compondo junto com o/a performer. Há casos em que se pode desprezar completamente qualquer tipo de participação.
  • Conceito e execução: na performance o/a artista pode apresentar o trabalho com seu corpo, ou ainda elaborá-lo conceitualmente para que o público ou um performer contratado o execute.
  • Níveis de presença/ausência: a performance pode ser evidenciada como rastro sem a presença física do corpo. Desta forma, a ausência pode habitar o espaço tanto quanto a presença. Um exemplo de diferentes níveis de presença pode ser evidenciado na performance Seedbed de 1972, em que  Vito Acconci fica escondido sob o fundo falso de uma rampa na Sonnabend Gallery em NY e masturba-se durante 8h seguidas por nove dias consecutivos em que estava acontecendo um curso no referido local. As pessoas que visitam o espaço escutam os sons e gemidos masturbatórios, um rastro do corpo, mas não a sua presença. Vídeo da performance disponível em: http://www.dailymotion.com/video/x7ygpc_vito-acconci-seedbed-1972_creation#.USjtzDCcfuE
  • Outra possibilidade dentro dos níveis de presença/ausência é a mediação do corpo por mídias tecnológicas, como por exemplo, na telepresença (a presença do corpo é mediada pelo computadorpor via de sistemas de videostram que transmitem a performance por programas como  CuSeeme,  Skype, Ivisit, dentre outros).  A quebra de tempo é sutil, sendo a transmissão quase em tempo real. O corpo é transmitido pelo espaço da web, na virtualidade que não deixa de ser uma forma de realidade (FERREIRA, 2010).
  • Relação com outras linguagens artísticas: música, vídeo, pintura, cinema, teatro, poesia, instalação dentre outras possibilidades que podem auxiliar no processo de execução da performance como também ser o resultado final da ação performática.
  • Relação com tecnologia: uso da medicina em cirurgias plásticas para modificação corporal, robótica, vídeo, sistemas computacionais, uso de GPS em cartografias, telepresença e etc.

[1]  A exemplo de Seven Easy Peaces, evento realizado no MoMa  em 2005 por Marina Abramović, onde ela executa performances de Joseph Beuys, Valie Export, Vito Acconci, Gina Pane, Bruce Nauman e  duas de suas performances: Lips of  Thomas (1975) e Entering the other side (2005).

Este é um vídeo que contém as performances realizadas em Seven Easy Peaces. Ele é longo, mas deixo como referência dos trabalhos apresentados 😉

Referências Bibliográficas:

FERREIRA,Larissa. Performance tática: cartografia dos desvios. In:Revista do Programa de Pós-Graduação em Arte da UnB, Brasília, V.10 nº 1, ,  janeiro/junho, 2011. p.112-121. Disponível em: http://webartes.dominiotemporario.com/performancecorpopolitica/textes%20pdf/revista_do_programa_de_p%C3%B3sgradua%C3%A7%C3%A3o_em_arte_da_unb_v10_n1_janeiro_junho_2011_bras%C3%ADlia_issn%E2%80%931518-5494.pdf

MELIM, Regina. Performance nas artes visuais. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2009.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s